A Mother Monster está de volta! Ouça “Perfect Illusion” nova música de Lady Gaga.

Desde que foi anunciada, muito se falava no cenário pop sobre a música de retorno de Lady Gaga. Desde 2013 sem lançar algo solo (nesse meio tempo ela fez parte da série American Horror Story, que lhe rendeu um Golden Globe, e fez um álbum de jazz junto com Tony Bennett chamado Cheek to Cheek, que lhe rendeu seu sexto Grammy), o hiatus fez com que a volta da cantora para algo mais característico seu fosse muito esperado.

Conhecida por sempre se inovar, Gaga volta com Perfect Illusion, que brinca mais com o Rock do que com o Pop que estamos acostumados.

A música de vocais poderosos, produzida o Mark Ronson, conhecido pelo sucesso Uptown Funk com Bruno Mars e Kevin Parker do Tame Impala, está dividindo fãs, enquanto alguns queriam algo mais farofa, outros amaram a reinvenção.

Ainda não há previsão de quando o clipe para a música ou o álbum, apelidado de LG4, serão lançados.

E vocês? O que acharam dessa volta da Mother Monster?

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários

Resenha | O Erro (Off-Campus/Amores Improváveis #2) – Elle Kennedy

the-mistake-elle-kennedy-resenha
O Erro (The Mistake) é o segundo livro da série Off-Campus, da autora Elle Kennedy, você pode conferir a resenha do 1. O Acordo – AQUI.

PODE CONTER SPOILERS CASO NÃO TENHA LIDO O LIVRO 1.

Se você leu O Acordo, duvido que não tenha se encantado pelo Logan, e sua fala estranha, mas por trás do playboy festeiro, jogador de Hóquei, tem um cara cheio de problemas familiares reais.

Se jogando nas festas de universidade, nos jogos de Hóquei e nas marias tacos, Logan faz de tudo para se distrair de seus reais problemas. Logo no começo você percebe algo que ficou subentendido no primeiro livro, Logan é apaixonado pela Hannah (namorada do seu melhor amigo Garrett), ele se sente tão incomodado com isso, começa a se afastar dos amigos. Isso me incomodou um pouquinho no começo da leitura, mas depois quando ele acorda para a vida, tudo faz mais sentido.

Elle Kennedy The Mistake

Grace é doce, tímida, mas não é a uma “mocinha” tapada como se vê por aí, ela sabe o que ela quer e o que ela merece. Virgem, ela tem uma chance com Logan que no fim a rejeita na hora H, no mesmo dia ela é traída por sua melhor amiga e colega de quarto e após passar um tempo de férias com a mãe na França, ela volta e faz Logan provar que a merece.

—Eu não estou mesmo convencida de que você realmente gosta de mim, Logan. Essa coisa toda parece que está centrada no seu ego. A única razão que você sequer me viu novamente depois da primeira noite foi porque você não poderia lidar com eu não ter tido um orgasmo. E na festa, quando você descobriu que eu estava em um encontro com outra pessoa, era como tivesse encontrado sua maneira de marcar seu território ou alguma merda assim. Suas ações gritam para mim, e isso não são sentimentos genuínos é só seu ego.

—Isso não é verdade. E quanto à noite, na sala de jantar? Como isso beneficiaria o meu ego? —Sua voz é rouca. —Eu gosto de você, Grace.

—Por quê?— Eu desafio. —Porque você gosta de mim?

—Porque…— Ele arrasta a mão pelo cabelo escuro. —Você é divertida, legal de se manter por perto. Você é inteligente. Doce. Você me faz rir. Ah, e só olhar para você me deixa duro.

Eu engulo uma risada. —O que mais?

O constrangimento colore suas bochechas. —Não tenho certeza. Nós não nos conhecemos muito bem, mas tudo o que eu sei sobre você, eu gosto. E tudo o que eu não sei, eu quero descobrir.

Ele soa tão sincero, mas uma parte de mim ainda não confia nele.

The Mistake Elle Kenedy

No meio de tudo isso Logan vive um problema familiar que ele nunca contou nem mesmo para os amigos, o pai é alcoólatra. E ele fez um trato com o irmão mais velho, que vai lhe impedir de continuar a carreira no hóquei. Sofrendo pressões de todos os lados, Grace é quem começa como uma distração e acaba virando o apoio.

Sequencias de livros já tem aquele estigma de que nunca são melhores que os primeiros, e nesse caso foi, pelo menos para mim. Mais uma vez a Elle Kenndy traz o romance cheio de cenas sexys e bem escritas, junto com a crise dos vinte poucos anos, acompanhado de problemas familiares graves, aqui no caso o alcoolismo. Ela sabe usar pequenas coisas que comentamos no dia a dia que deixam a trama mais legal, Brangelina, Hozier, Facebook e etc. Todo esse drama com uma linguagem leve e divertida, em um livro que me fez rir em diversas partes, sem perder a seriedade dos pontos certos e isso é maravilhoso.

Elle Kennedy The Mistake

Como falei na resenha de O Acordo, “Não leia pensando que é um livro arrebatador, com um enredo maravilhoso, que vai mudar sua vida, mas vale para quando você chega em casa cansada e quer algo leve, e rápido.” E muito divertido.

Em breve vou resenhar o melhor da série até o momento The Score, o 3º livro da série que conta a história do Dean. Abaixo um dos melhores momentos do Dean em O Erro.

— Só por curiosidade, o que constitui uma boa foto de pau?

— Quero dizer, é a iluminação? A pose?

Eu estou sendo sarcástico, mas Dean responde com uma voz solene.

— Bem, o truque é, você tem que manter as bolas de fora.

Isso recebe um assobio alto de Tucker, que se sufoca ao saborear sua cerveja.

—Sério, Dean insiste. Bolas não são fotogênicas. As mulheres não querem vê-las.

Se curtiu não se esqueça de deixar um comentário e boa leitura.

Resenha escrita originalmente em: 13 de Agosto de 2015 pela leitura do livro em inglês. 

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários

Adaptação da Série Crossfire é CANCELADA

crossfire-serie-de-tv-inspiration-box

Post criado em 11/05/2015 – Atualizado em 18/08/2016

Aguardada pelos fãs do mundo todo, na quarta feira 18 de agosto de 2016, a autora Sylvia Day anunciou em seu site oficial que a adaptação da série de livros Crossfire foi cancelada.

Segundo a nota da autora, os direitos que haviam sido adquiridos em 2013 pela Lionsgate TV, expiraram pela 3 vez, e devido a demora ela resolveu não renovar o contrato fazendo com que os direitos voltassem a pertencer a ela, que diz ainda que pretende procurar outra parceria para colocar a série nas telas.

Nota Oficial Traduzida: “A Lionsgate adquiriu os direitos sobre a saga Crossfire em 2013 e renovou o contrato duas vezes. Após três anos de desenvolvimento, Sylvia se recusou a renovar novamente e ela atualmente retém os direitos de adaptação. Ela finalmente, espera encontrar o parceiro certo, mas por enquanto, a série Crossfire não está mais em desenvolvimento.”

Abaixo você pode conferir como vinha sendo o andamento do desenvolvimento da série.

Desde agosto de 2013 após o anúncio de que a Lionsgate TV havia comprado os direitos para a produzir uma série de TV para Crossfire, os fãs estão alvoroçados esperando notícias, que vem em passos muito lentos. 

Abaixo reuni as poucas coisas que já sabemos sobre a série, e este post vai sendo atualizado conforme forem surgindo novidades. 

Lionsgate TV 

lionsgate-crossfire-toda-sua-serie-de-tv-inspiration-box

A Lionsgate é um grupo cinematográfico que vem crescendo cada vez mais nos últimos anos, nos cinemas seus filmes mais conhecidos são os da Saga Crepúsculo e da Saga Jogos Vorazes, ambos sucessos de venda dos livros e de bilheteria. 

Na TV, a Lionsgate costuma produzir séries transmitidas pela Showtime e Netflix, dentre outras. Algumas das mais famosas e bem produzidas são, Mad Men, Orange is The New Black, Nurse Jackie e Nashville, sendo apenas OITNB baseado em um livro. 

Dúvidas Comuns: Data de estreia, atores, canal e etc…

Em diversas entrevistas Sylvia Day afirma que a série tem previsão para estrear na Mid-Season, que é o período de estreia de séries que acontece entre janeiro e maio. Mas a maioria estreia mesmo é entre abril e maio, o que provavelmente acontecerá com Crossfire se essa previsão permanecer. 

Post Relacionado: Resenha Ardente | Em Chamas – Sylvia Day 


11012937_785117678273889_6534443461804664665_nSylvia já falou também que ela não tem poder de opinião sobre os atores escolhidos para viver os personagens, e que eles serão atores desconhecidos (ator desconhecido é aquele que já fez várias pontas em outras séries e filmes, mas nunca um papel de destaque), mas que ela é a produtora executiva, portanto revisa o roteiro, e prometeu garantir que as cenas e falas que os fãs mais amam estarão com certeza na série. 

A 1° temporada, englobara todo o livro 1, Toda Sua, e também segundo a autora será tão explicito quanto a série Game Of Thones como exemplo. 

O importante em uma série é quem produz, não o canal propriamente dito, o canal compra essa série já pronta (caso de Crossfire) ou encomenda um piloto. Dependendo do canal que comprar os direitos de exibição, pode ser que a série não seja exibida no Brasil, e aí nos resta assistir on line, com as boas almas que legendam. 

Produtores

Jeremy-Bolt-Sylvia-Day-Crossfire-TV-Inspiration-Box-Toda-SuaJá tem alguns meses que foi divulgado que a série tem roteirista, produtor e diretor, mas nenhum nome havia sido divulgado. Até que a Sylvia Day postou uma foto em seu instagram escrito que estava se encontrando com os produtores (Showrunners) da série.

Mas o que é o produtor? Segundo o Dicionário Série Maníacos – É o todo poderoso de uma série, ou para ser mais especifico, o produtor que tem a decisão final em todas as questões da série. Geralmente essa pessoa é também roteirista da série.

Os produtores da foto são as duas pessoas que levaram o projeto até a Lionsgate TV, e abaixo vamos falar um pouquinho mais deles do que eles já fizeram para os cinemas.

Jeremy Bolt – é mais conhecido por ser produtor da Franquia Resident Evil, mas tem em seu currículo uma lista extensa de produções, ele está à frente do projeto Crossfire para a TV e também do filme de Cretino Irresistível das autoras Christina Lauren.  Para ver sua filmografia completa é só entrar no IMDb ou Wilkipedia

Stephanie Johnson – apesar de não se achar muitas informações sobre ela na internet, segundo o IMDb, a produtora já trabalhou em filmes como Bastardos Inglórios, Kill Bill 1 e 2, Django Livre e Velozes e Furiosos – Desafio em Tóquio. Para sver sua filmografia completa é só entrar no IMDb

Sylvia se encontrando com parte da equipe de produção, com Stephanie Johnson (Produtora Executiva da Série de TV de Crossfire), John Valentine (Vice Presidente de Estratégias e Operações para TV da Lionsgate TV) e Chris Selak (Vice Presidente da Lionsgate TV). (19/09/2015)
Sylvia se encontrando com parte da equipe de produção (19/09/2015)

John Valentine – outro que não há muitas informações, apenas que ele é o Vice Presidente de Estratégias e Operações para TV da Lionsgate TV. .

Por enquanto é apenas isso que se tem notícia ou o que vocês vão encontrar se procurarem em sites gringos de qualquer outro idioma. Esperamos ter mais novidades em breve e assim que isso ocorrer este post será atualizado. 

Quem quiser saber mais informações sobre os livros e série de TV, de uma forma mais dinâmica, fizemos também um vídeo sobre o assunto.

Depois de pouco mais de 7 meses sem notícias, em duas entrevistas que a Sylvia Day deu para o lanamento do 5º livro, ela FINALMENTE, falou novamente sobre a série de TV. Vou deixar os links para os vídeos originais, mas… resumindo o que ela fala em ambos, é que.; A série está em desenvolvimento, ela sabe que está demorando já que os direitos foram comprados em 2013, mas vai sair. Ela também revelou que a primeira temporada pode ter de 12 a 13 episódios de uma hora cada. 

Links dos vídeos: Vídeo 1 e vídeo 2

Qualquer novidade será sempre atualizada aqui neste post.

Larissa MonteiroSérie Crossfire Brasil 

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários

Resenha | Fazendo Meu Filme 1 – A Estreia de Fani – Paula Pimenta

Título: Fazendo Meu Filme 1 – A Estreia de Fani

Autora: Paula Pimenta

Editora: Gutenberg

Páginas: 336

Sinopse: Tudo muda na vida de Estefânia quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. É sobre isto que trata este livro: o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. As melhores cenas da vida de Fani podem ainda estar por vir. Skoob

Se você quer ler um livro perfeito, maravilhoso, fantástico, apaixonante, romântico, de coisas que podem acontecer conosco, de coisas que podem acontecer com os amigos, que te faz parecer estar lendo sobre a vida de alguma amiga da sua escola, que te faz querer ser amigo dos personagens, que te dá um gostinho de “quero mais” e que não te deixa só na vontade porque possui sequência, então leia esta resenha, e depois corra, entre na primeira livraria e compre este livro. O livro Fazendo Meu Filme 1 – A Estreia de Fani, possui 336 páginas, foi publicado pela editora Gutenberg, é da queridíssima Paula Pimenta (só aí já é um motivo grande pra você ler este livro lindo), e é o primeiro de quatro livros (todos já lançados).

Fazendo Meu Filme 1 nos apresenta Estefânia, Fani para os amigos (como eu. E se você quiser ser amigo dela também, é melhor chamá-la de Fani, porque ela detesta Estefânia), uma menina meiga, tímida, apaixonante, romântica, com seus defeitos, que mais parece ser aquela amiga que tivemos no ensino médio, sabe? Ela mora em Belo Horizonte e conta com pais maravilhosos (ou nem tão maravilhosos assim), que pensam muito no futuro dela, dois irmãos (um casado e outro estudante de medicina), algumas amigas, e um amigo muito especial, o Leo. Além disso tudo, ela é apaixonada por filmes e tem vários DVDs. Em cada início de capítulo temos um ‘quote’ de um desses filmes que ela possui.

Fazendo Meu Filme 1 - A Estreia de Fani

A Estreia de Fani nos conta a trajetória de uma menina nos seus 16 anos, no ensino médio, que tem lá suas paixonites pelo professor de biologia, tenta uma vaga de intercâmbio e que é cega ao ponto de não ver um palmo na frente do seu nariz (sou inconformado em como ela demorou pra perceber que *cofcof* gosta dela). Suas amigas, Gabi e Natália, estão sempre com ela, apesar de Natália querer sempre a arrastar para algumas baladinhas, mais conhecidas como “apuros que só a Natália sabe fazer”. Gabi é a amiga que está sempre ao lado dela e que é a única que percebe as coisas que Fani não percebe. O Leo é o melhor amigo da Fani, e está sempre do lado dela pro que der e vier, o menino perfeito (ta, exagerei) que todos sonham em encontrar. Mas quem sempre abre os olhos de Fani para o que está acontecendo ao redor dela e ela não consegue enxergar (e que sempre está naqueles momentos decisivos do livro), é a Priscila, muito amiga de Fani tam
bém, namorada do Rodrigo e que é a protagonista da série de livros Minha Vida Fora de Série (em breve, resenha aqui).

Depois que o livro Fazendo Meu Filme 1 - A Estreia de Fanianda um pouco e conhecemos Fani e sua vida, entramos na história do intercâmbio. Sua mãe quer porque quer que Fani tente uma vaga para intercâmbio mesmo sem que ela tenha estudado nada para fazer a prova do intercâmbio. E ela não ta muito afim de fazer essa prova não. A vida de Fani dá um giro de 180 graus após ela passar no exame e descobrir tudo que ela terá que abrir mão para poder viajar, incluindo o grande amor da sua vida. (pausa dramática) Sim, o grande amor da sua vida, aquela paixão arrebatadora que ela nunca teve na vida. Mas como fazer? Tentar conquistar o garoto (que já está caidinho por ela, só ela não via. Eu disse que ela é cega) e depois viajar para a Inglaterra ou ficar no Brasil e ser feliz para sempre com ele? Mas e se o menino lá já tiver desistido dela?

O livro nos traz questões que nos fazem refletir sobre quais são nossas prioridades perante a vida. Se por um lado temos uma mãe que pressiona a filha para ir num intercâmbio não muito desejado, por outro vemos um pai que consola a filha e a estimula a seguir seus sonhos. Nos faz pensar em o que a gente realmente quer: a oportunidade de uma vida ou aquele amor? Assim como tudo na vida, o que ela escolher trará consequências positivas e negativas para si.

Fazendo Meu Filme 1 - A Estreia de Fani

Paula Pimenta me encantou da primeira frase à última deste lindo livro. Adorei como ela conduz a história de Fani e a faz se parecer tanto com uma menina da nossa rua, da nossa escola. Eu confesso que fiquei morrendo de vontade de me tornar um amigo de Fani e seus amigos (todos, sem exceção). Fiquei com aquela sensação de que eu a conhecia, de que tudo aquilo estava acontecendo a apenas duas quadras da minha casa.

Muitos falam que não gostam de autores brasileiros, mas vocês já leram os livros da Paulinha (para íntimos apenas. Desculpe-me! u.u Risos)???. Chegou a hora de descobrir autores brasileiros atuais e que escrevem para um público jovem. Alguns desses novos autores, tais como Raphael Draccon, Carolina Munhóz, escrevem fantasia. Outros, como Raphael Montes, se arriscam no terror.

Paula Pimenta, além da série Fazendo Meu Filme (composta por 4 livros e atualmente 2 Histórias em Quadrinho), também escreveu a série Minha Vida Fora de Série (composta por 3 livros até o momento), os livros Confissões, Apaixonada por Palavras, Apaixonada por Histórias, Princesa Adormecida, Cinderela Pop (conto em O Livro das Princesas que foi estendido e foi transformado em um livro), e está sendo lançado Princesa das Águas (em breve, resenha aqui e fotos da sessão de autógrafo com ela. AMO!). É uma autora mineirinha, e me deixou assim apaixonado pelos livros dela. Leiam, leiam, leiam todos, e fiquem assim como eu. s2

Compre aqui: FísicoAmazon Saraiva Livraria CulturaFnacSubmarinoAmericanasLivraria da Travessa Livraria da Folha – Casas Bahia (Não disponível em e-book)

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários

Música | PAREM AS MÁQUINAS! Britney Spears e Katy Perry lançam músicas novas! Vem ouvir “Make Me…” e “Rise”

Hoje é um ótimo dia para os fãs da música pop, duas divas resolveram lançar suas novas músicas de trabalho! De um lado temos Britney Spears com Make Me…, em parceria com G-Eazy, e Katy Perry lança Rise.

Britney já vinha ensaiando sua volta faz algum tempo, desde a não tão bem sucedida nas paradas Pretty Girls, parceria com Iggy Azalea. Após o fraco desempenho nas paradas, a eterna princesa do pop voltou para o estúdio e hoje lançou a música que será a lead single de seu próximo álbum, ainda sem título definido.

Já Katy fez uma parceria com a NBC e lançou, de surpresa, bem Beyoncé effect, Rise, a música será um dos temas das Olimpíadas do Rio, imagina se ela vem cantar no show de abertura? Há a possibilidade da música ser o lead single do KP4, pela propaganda nas redes sociais de Katy e no Itunes isso é bem provável. Ouça Rise AQUI.

As duas músicas estão ótimas em  suas propostas, então nada de gerar briga entre as duas, pois elas se adoram.

 

 

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários