Filme|Cinderela (2015) e a magia do Live-action

Cinderela-Inspiration-Box-1

Cinderela é minha princesa “clássica” favorita de todos os tempos. E eu mal podia esperar para ver o filme em live-action desde que foi anunciado que haveria um, ontem (30 de março) pude conferir o filme no cinema e ele definitivamente não decepcionou.

Creio que todos conhecem a história da menina que perdeu a mãe e o pai acaba se casando com outra mulher que tem duas filhas, o pai morre, e a menina vira a empregada da casa, etc… se você está esperando o outro lado da história ou uma mudança drástica como foi Malévola ou Alice no País das Maravilhas (Tim Burton) por exemplo, já pode ficar em casa. Cinderela é um filme para pessoas que gostam do romantismo utópico dos clássicos da Disney e cheios de magia, não há muitas novidades nessa parte.

Houve sim algumas mudanças do ponto de vista do desenho, mas foram bem sutis, os personagens secundários ganham mais espaço com suas próprias histórias, a madrasta fala um pouco mais de si e de suas motivações e o príncipe divide o filme com a Cinderela, não fazendo apenas uma ponta, dando um pouco mais de sentido a história.

 

O cenário ganha um brilho especial, com cores vibrantes, desde a fantástica casinha no bosque bem típica de um campo inglês antigo e ao enorme palácio e jardim cheio de luxos que lembram o Palácio de Versalhes no século 19.

O elenco em sua maioria de atores britânicos (talvez muito conhecidos pra quem gosta de filmes e séries feitos na Inglaterra) traz o sotaque característico e romântico (se você for ver legendado é claro).

Kit, *insira o suspiro aqui* no desenho apenas conhecido como Príncipe Encantado, ganha um nome, e é interpretado pelo ator Richard Madden (conhecido por seu personagem Robb Stark em Game Of Thones), ele é bonito, educado, tem olhos azuis que ainda estão piscando na minha mente e é decidido. Quase um Mr. Darcy da Disney.

Lily James, mais conhecida por seu papel em Downton Abbey, é maravilhosa como Cinderela, porque ela tem aquele ar de camponesa poderosa, com aquele lance da bondade infinita, mas sem parecer uma boba irritante.

Ela fala sobre amor. Amor à vida, aos animais, a família, além do amor “romântico.”

Como Madrasta, Cate Blanchett fica mais do que convincente em seu papel bem caricaturado, cheio de risadas e olhares maléficos, e um guarda roupa de tirar o fôlego, ponto pros chapeis.

A fada madrinha poderia passar despercebida se não fosse interpretada por Helena Boham Carter, com aquele jeito cômico dela, de transformar tudo que é tedioso em algo engraçado.

 

Outros atores conhecidos completam o elenco: Derek Jacobi (O Discurso do Rei), Stellen Skarsgard (Piratas do Caribe, Mama Mia e Pai com uma genética maravilhosa), Nonso Anozie (Game Of Thones e Drácula), Hayley Atwell (Capitão America, A Duquesa), Holly Grainger (The Borgias) e Sophie McShera (Downton Abbey).

Volto a repetir que é um filme para sonhadores, é tão carregado em sentimentos bons, que saí do cinema leve, sorrindo como uma boba e quase dançando valsa (se eu soubesse dançar) no fim, Cinderela é o melhor filme live-action de conto de fadas que eu já vi, por não tentar mudar aquilo que eu já amo, só criar um universo mais tocável e bonito do que já é.

Se minhas expectativas foram o suficiente veja o trailer.

E para finalizar o roteiro é do Chris Weitz, que tem meu amor desde Lua Nova (A Saga Crepúsculo) e eu e a Mayra (Super Chata) demos um grito nos créditos pois não sabíamos.

Já assistiu? Conta pra gente o que achou. Vai assistir, quais suas expectativas?

 

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários

About Larissa Reeden

Larissa Monteiro (Reeden) - 23 anos Adoro ler, sou bem eclética com meus gostos literários, também gosto de séries de TV, principalmente as que abordam temas diferentes e filmes românticos (sue me). Mineira de nascimento, Paulistana de coração. Tenho gostos variados para tudo, gosto de viajar, escrever, curtir um parques em dia de sol, e de ir ao cinema, de ficar em casa, de ir pra um barzinho, ao café, tudo depende do clima e com quem. Não resisto a nada que envolva massa, molho e queijo e amo doces. Sou uma mistura de muitas personalidades.

4 comments on “Filme|Cinderela (2015) e a magia do Live-action

  1. A partir de histórias de amor que eu gosto. Uma excelente produção que faz o público vivendo sua infância com a história de Cinderela, a cuento que certamente vai amar novamente. Além disso, o molde é excelente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge