Inspiração | Pós-NaNoWriMo e como me saí

Para quem não viu meu post sobre o NaNoWriMo no início de novembro, pode lê-lo aqui. 😉

 NaNo-2015-Winner-Banner

Se tem uma coisa que novembro trouxe de bom pra mim, essa coisa foi o NaNoWriMo. Falei no meu post no início do mês de novembro que seria meu terceiro ano tentando, e talvez o post tenha dado sorte, ou eu simplesmente tenha finalmente entendido que preciso de mais motivação e esforço da minha própria parte para conseguir o que quero, mas o fato é que o impensável aconteceu: consegui escrever 50 mil palavras, em 28 dias (e a meta eram 30!).

Mais do que isso, aprendi mais sobre meus personagens – que eu nem sabia direito o que queriam no início de tudo – e aprendi mais sobre mim. Sobre meus limites, quais deles eu poderia forçar, e o quê, de verdade, eu quero daqui pra frente. Foi uma experiência maravilhosa, que eu certamente vou repetir em todos os anos que vierem.grafico

E sério, gente… Tem coisa melhor que alcançar a satisfação pessoal? Eu digo que não. O NaNo não oferece nenhum prêmio físico ou em dinheiro que você possa usar, nada mais além da satisfação pessoal e intenso prazer de ter conseguido alcançar um objetivo traçado.

E claro, saber que isso te trouxe mais perto de alcançar um sonho – como o de escrever e publicar um livro – é apenas outro bônus.

E como aspirante a escritora, eu digo que não há nada melhor do que poder calar seu editor interno por um tempo, e apenas colocar as ideias no papel, não importa quão idiotas elas sejam. Porque é disso que o NaNo se trata.

Ah, você pode pensar… Mas um bom livro não é sobre quantidade de palavras. Verdade, mas a gente precisa começar de algum lugar. A história que eu comecei ainda tem um longo caminho a ser trilhado, assim como muitas palavras a serem acrescentadas, e muito, mas muito mesmo para editar e reescrever antes que possa ver a luz do dia. Mas, graças ao meu comprometimento com o NaNoWriMo este ano, estou bem mais perto de atingir esse objetivo do que estava no início do mês, quando nem sequer sabia direito para que lado a história estava indo.

(Minha reação ao ver que passei das 50.000 palavras)

Enfim, esse post é pra agradecer às pessoas especiais da minha vida, por todo o apoio durante esse mês maluco, e incentivos para que eu não desistisse. Em especial, à Anna Oliveira, minha parceira de NaNoWriMo e sprints de escrita, que também conseguiu suas 50k! Também à Lary (aqui do IB mesmo) pelos gifs via twitter de “Don’t you have a novel to write?” hahaha Enfim, todo mundo que ajudou nessa, meu muito obrigada. ♥

Amo vocês, muáh <3

Meu perfil no NaNoWriMo

Bom dezembro pra vocês! :*

Imagens: Arquivo Pessoal

Gifs: Google

P.S.: Ah, criei um blog pra falar bobagem e relatos do meu processo de escrita. Se interessar, podem conferi-lo aqui. 😉

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários

About Raquel Rodrigues

25 anos, cristã, enfermeira. Tenho alma de fangirl e sou viciada em twitter e chocolate. Amo coca-cola, e quase tudo que engorda (o que é uma pena). Amante da minha cama, de livros, música em inglês, seriados, e quase tudo que envolva super-heróis. Procrastinadora quase profissional. Aspirante à escritora, romântica incurável, sonhadora eterna. ;)

2 comments on “Inspiração | Pós-NaNoWriMo e como me saí

  1. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh parabéeeeeeeens!!!!!!!!!! Você merece estar perto dos seus sonhos e objetivos cada vez mais. <3 <3 <3 E quero continuar fazendo sprints e estando por perto nessa jornada.

    Também amo você, sua vitoriosa!!!! *O* *orgulhinho*
    Anna Oliveira Posts Recentes..Pós NaNoWriMoMy Profile

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge