Música | Beyoncé enfia o dedo na ferida do racismo e lança a incrível “Formation”

Assim sem avisar, como já virou costume, Beyoncé lançou seu novo single: Formation. Além da música ser muito boa, Queen B conseguiu surpreender mais ainda com a mensagem por trás disso: um grito forte contra o racismo velado da sociedade.

Que Beyoncé vem militando sobre assuntos como o feminismo não é novidade, desde o começo de sua carreira a cantora está acostumada a lançar “hinos” de empoderamento. Mas dessa vez a ferida sangra um pouco mais. Mostrando no vídeo ou cantando na letra assuntos com ligação pessoal, como piadas sobre os Iluminatis que as pessoas insistem em associar com ela, sobre os ataques e campanhas das pessoas para que ela alisasse o cabelo da pequena Blu Ivy, fruto do relacionamento com Jay Z nascida em 2012, até sobre a morte de jovens negros pela mão de policiais e marcos históricos na luta por direitos étnicos, a música mostra o poder dessa mulher negra, empoderada e bem sucedida que está decidida a fazer mudanças.

A importância desse ato, de ir contra o sistema e da mídia que embranquece seus artistas, Beyoncé já sofreu e muito com isso, é muito forte e deveria ser levada muito para um lado positivo. Mas muitas vezes não é isso que acontece, muitas foram as críticas, principalmente sobre a performance da música no Super Bowl, onde disseram que Beyoncé fez um ataque contra a polícia (?) ou que ela estaria fazendo isso só para “vender mais”.

A realidade é que isso é bem difícil de acontecer, uma vez que artistas que tentam chegar nessas pautas normalmente sofrem represálias, ide Azealiza Banks que é taxada de barraqueira louca por apontar várias vezes assuntos como o racismo ou apropriação cultural.

Representatividade é de extrema importância, é a melhor forma de começar a conscientizar as pessoas sobre respeito e igualdade. Ter um artista com o calibre de Beyoncé tomando a frente num assunto importante assim é algo que deveria ser realmente aplaudido de pé.

É muito bom ver essa mudança no cenário, ver que as coisas estão indo para um novo lugar onde todos podem ter sua voz e seu papel.

Logo após a performance no Super Bowl ela já informou que irá sair com a , já estamos no aguardo do novo CD, que pelo visto, vai ser um tapa na cara da sociedade.

Vejam o vídeo do Super Bowl, para sentirem o recado:


Já pode aprender a coregrafia para sambar na cara dos racistas?

Se gostou, compartilhe...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Email to someone
email
share on Tumblr
Tumblr

Comentários

Comentários

About Gui Araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge