Música | O renascimento de uma Lady

lady-gaga-oscar1

Domingo a noite (22/02) tivemos a noite mais esperada do cinema, mas foi uma cantora que roubou a cena na premiação do “homenzinho dourado”.

Desde o tapete vermelho, onde acabou virando piada/meme por causa das tais luvas vermelhas, Lady Gaga foi uma das partes mais comentadas naquela noite. Mas foi em sua performance, diga-se de passagem, impecável, que a cantora roubou os holofotes dos astros do cinema mundial.

Foi visto uma Gaga, quase que de “cara limpa”, que pela primeira vez em um bom tempo fez sua voz tomar primeiro plano à frente das esquisitices. Diga-se de passagem, nem houve esquisitice. Que Gaga é uma das melhores vocalistas dos últimos anos não é segredo para ninguém, como diz a expressão “the bitch can sing”, mas o lado “esquisito” sempre pareceu ter um primeiro plano em sua performances ao vivo.

Não é de agora que vemos essa mudança gradual dela, desde “Cheek to Cheek”, lançado ano passado em parceria com Tony Bennet, que rendeu um Grammy no começo dos mês para os dois, vemos uma Gaga menos caricata, mais humana. Talvez a “Lady” está querendo ter o seu lugar ao lado da “Gaga”.

Seria essa a redenção de Lady Gaga? A volta por cima que esperamos desde o “ArtPop”? (Um ótimo CD de pop, mas que se tornou piada por parte do público, principalmente piada por causa de um bullying contra Gaga) Vamos esperar pelos próximos capítulos e ver se esse será realmente o “(re)born this way” de Lady Gaga.

 

 

Se gostou, compartilhe...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Email to someone
email
share on Tumblr
Tumblr

Comentários

Comentários

About Gui Araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge