Resenha | Star Wars: Estrelas Perdidas – Claudia Gray

estrelas perdidasTítulo original: Star Wars – Lost Stars

Autora: Claudia Gray

Editora: Seguinte

Páginas: 446

Sinopse:Através dos pontos de vista de Ciena e Thane, você acompanhará os principais acontecimentos desde o surgimento da Rebelião até a queda do Império de um jeito absolutamente original e envolvente. O livro relata, ainda, eventos inéditos que se passam depois do episódio VI, O retorno de Jedi, e traz pistas sobre o episódio VII, O despertar da Força! – Skoob

A história começa no Planeta Jelucan, pouco habitado e que é dividido em duas castas, O Povo do Vale que são os primeiros colonizadores e possuem uma vida na base da honra e O Povo da Segunda Leva que vive nas montanhas e exibe bens materiais e sua riqueza

No início do livro você chega a pensar que tem noção do que a história trará, um certo tipo de Romeu e Julieta pela galáxia, as duas famílias não são muito a favor da amizade entre Ciena Ree do Vale e Thane Kyrell da Segunda leva que se conheceram ainda crianças e se tornaram amigos, pois os dois possuem a mesma paixão pelas naves e o sonho de pilotar para o império um dia.

“Povo de Jelucan, hoje representa tanto um começo quanto um fim. No dia de hoje termina seu isolamento desta grande galaxia. Além disso, Jelucan inicia um novo e glorioso futuro assumindo seu lugar de direito no Império!” Pág. 18

Durante anos eles treinaram pilotagem e o laço entre os dois se tornou cada vez mais ligados. Eles acabam por passar na academia imperial mais conceituada em Coruscant e é a partir desse momento que a história do Romeu e Julieta cai por chão e se torna algo diferente. Vemos então dois amigos que competem a posição de primeiro da classe, mas de forma amigável e vivem seus dias juntos com outros amigos do império, mas essa competição amigável não agrada os superiores e são jogados um contra o outro para afastá-los, e nesse meio tempo vemos que a visão de cada um pelo império começa a se diferenciar. Metade do livro se baseia em criar todo um cenário para preparar sobre as indagações de Ciena e Thane sobre o Império. Depois de formados ambos são designados para lugares e naves diferentes, mas é só quando a Estrela da Morte aniquila o planeta Alderaan que vemos o tema principal aparecendo, a amizade e até mesmo o amor que ambos possuem um no outro são testados pela visão que cada um tem sobre como o Império trabalha e age.

Vemos então um livro que mostra por outro ângulo os filmes IV a VI, pois a todo momento temos relatos como pano de fundo do que Luke, Princesa Leia e Han Solo estão fazendo enquanto a história vai se desenrolando. E esses é um dos pontos mais altos do livro, como a autora soube trabalhar essa visão e recriar os filmes de uma forma tão concisa, sem falar nessa visão que se cria das pessoas que trabalham para o Império, onde então não vemos apenas os Stormtroopers ou Darth Vader e sim pessoas que acreditam que estão fazendo o bem seguindo o Império e que eles possuíam a razão sobre essa guerra. Enquanto nos filmes mostram a Aliança Rebelde lutando para acabar com o lado negro da força, o livro traz a forma como as pessoas trabalham e vivem pelo Império.

Além de um livro sobre o amor entre Ciena Ree e Thane Kirell ainda somos surpreendidos sobre toda a indagação do poder e falhas que o Império trazia, trazendo a questão entre lealdade pelo império x lealdade pela amizade.

Uma das poucas coisas que poderia comentar de ruim sobre o livro, não vem a ser da história e sim de algo de uma certa forma pequeno, mas que me incomodou. A numeração das páginas possui um detalhe e que acaba mostrando na beirada do livro e foi uma das primeiras coisas que reparei e achei desnecessário e feio, mas é apenas um detalhe pessoal e que obviamente não muda nada de como a história foi tão bem construída até chegar ao seu fim inesperado.

Onde Comprar: 

Físico: Submarino – SaraivaAmazon – FnacLivraria Cultura – Livraria da Folha

[1] [2]

 

Se gostou, compartilhe...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Email to someone
email
share on Tumblr
Tumblr

Comentários

Comentários

About Ems Monteiro

Na casa dos 20 anos, sou amante dessa cidade cinza que não dorme e nos surpreende em cada esquina, estação, museu... Fazendo faculdade de Arquitetura e Urbanismo e tentando sempre colocar minhas séries em dia, uma tarefa quase impossível.

2 comments on “Resenha | Star Wars: Estrelas Perdidas – Claudia Gray

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge