Resenha | Um exame completo de Psicose – Robert Bloch

 

Título original: Psycho

Autor: Robert Bloch

Editora: DarkSide

Páginas: 240

Para os fãs do gênero terror/suspense, o filme Psicose de Alfred Hitchcock é uma das experiências mais notáveis do cinema. O impacto que Anthony Perkins desempenhou em sua atuação como o complexo Norman Bates nos oferece uma sensação de desolação enquanto o filme vai chegando ao seu fim. Uma produção tão perfeitamente montada, sendo justamente reconhecida como um dos maiores filmes já feitos. Seu efeito tão bem trabalhado está em muitos fatores, um deles é por ser dirigido por Alfred Hitchcock, cineasta e mestre em filmes de suspense, o trabalho triunfal do ator Anthony Perkins e claro o livro que originou a história e escrito por Robert Bloch.

Norman Bates é uma pessoa semi-neurótica com um caso de transtorno dissociativo de identidade. Em certos momentos ele é apenas o pequeno e indefeso Norman, em outras ele é sua falecida mãe Norma. Tentando manter sua cabeça no controle, ele acaba se perdendo em meio aos seus “demônios” quando Marion chega ao motel em busca de um lugar para dormir até continuar seu caminho para ver seu noivo.

No início da história você já sabe que Marion não é exatamente inocente de seus atos, tendo fugido de sua cidade com um dinheiro considerável que roubou de seu chefe para ajudar seu noivo, ela acaba tendo um trágico fim, por apenas azar de parar em um motel passível de um dono lunático que através de suas vozes internas e mistura cruel de excitação, culpa e ansiedade acaba dando espaço para Norma, sendo finalmente submetida ao brutal assassinato no chuveiro. Uma curiosidade nesse acontecimento que enquanto o filme temos a clássica cena de Marion Crane sendo esfaqueada, no livro ela é decapitada.

“Então ela viu – um rosto, espiando entre as cortinas, flutuando como uma máscara. Um lenço escondia os cabelos e os olhos vidrados a observavam, inumanos. ” Pág 55

A partir desse momento da história, acaba se tendo mais espaço para outros 3 personagens, o noivo Sam, a irmã de Marion, Lila, e o investigador do caso, Milton Arbogast. Os acontecimentos que acarretam o restante do livro são no desvendamento do que ocorreu com Marion e quem realmente é Norman Bates.

A história nos surpreende com alguns detalhes sobre Norman e sua ruptura mental após a morte de sua mãe. Nos fazendo compreender que em busca de consolo ele acaba dando vida por completo as suas duas personalidades, algo que encontramos desde o início da história e só ao fim descobrimos seus motivos.

A relação de mãe e filho entre eles mantida era de natureza estranha, sempre sufocando o jovem, uma ligação que mesmo mencionada na história nunca atingiu o leitor de seu fato impiedoso.

norman bates inspiration box

O que não poderia terminar sem comentar da série Bates Motel, que através das incógnitas do passado entre essa relação se origina a história. Mãe e filho sempre compartilhando uma relação complexa, quase incestuosa, com trágicos acontecimentos que irão compartilhar segredos obscuros e o desenvolvimento psicótico e sombrio na adolescência de Norman, explicando como o amor por sua mãe ajudou a moldar o maníaco dentro dele.

Cada forma que é transmitida essa história, faz o público transbordar na visão neurótica de Norman, um caso que mesmo conhecido pelo público, ainda se vale de ler e assistir.

No Brasil as duas versões lançadas pela DarkSide são de experiências incríveis para o leitor, a primeira é a Classic Edition e a outra de capa dura, Limited Edition com caderno exclusivo de fotos do filme de Alfred Hitchcock de 1960, mas com um trabalho tão singular de design feito pela editora, que até a versão normal possui particularidades na capa e capítulos, algo que a editora já é famosa por trazer em seus livros.

Onde Comprar:

Edição Clássica: Americanas | Livraria Cultura | Submarino | Amazon | Saraiva

Edição Capa Dura: Americanas | Livraria Cultura | Submarino | Amazon | Saraiva

 

 

 

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários

About Ems Monteiro

Na casa dos 20 anos, sou amante dessa cidade cinza que não dorme e nos surpreende em cada esquina, estação, museu... Fazendo faculdade de Arquitetura e Urbanismo e tentando sempre colocar minhas séries em dia, uma tarefa quase impossível.

3 comments on “Resenha | Um exame completo de Psicose – Robert Bloch

Responder a filmes torrent Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge