Série | Conheça sua nova (antiga) salvadora: Buffy, a Caça-Vampiros

Buffy

Nesse tempo de férias escolares aqui no Brasil, muitas das séries preferidas da galera também estão de recesso, por esse motivo hoje falaremos de uma série que nasceu como uma série “tapa-buraco de férias” de outras séries, mas mesmo já tendo acabado, continua sendo atual e tem milhares de fãs no mundo todo, se tornando um clássico da cultura pop. Vamos voltar no tempo hoje, até o final do século passado e começo desse, e falar de uma das séries mais clássicas e que ainda é um norte para séries de mistérios, monstros e sobrenatural num geral: Buffy, a Caça-Vampiros.

Primeiro vamos falar do enredo, já conhecido por alguns, principalmente pelos “filhos dos anos 90’ ”: Em todas as gerações há uma garota escolhida, que descende de uma linhagem de guerreiras, a caça-vampiros. Essa garota deve sozinha lutar contra o mal que há no mundo, o que além de vampiros também envolve demônios e até seres humanos malucos. As caçadoras só sabem de seu destino amendrontador quando a caçadora anterior morre, o que pode ocorrer naturalmente (o que é bem difícil de acontecer) oude forma trágica (o que é bem mais fácil de acontecer, a média de vida de uma caçadora é de 25 anos). Guiada por seu Sentinela, uma pessoa conhecedora dos mistérios místicos que a ajuda em sua jornada, ela deve enfrentar todos esse perigos.

A série em si gira em torno de Buffy (Sarah Michelle Gellar, conhecida por filmes como Eu Sei O que Vocês Fizeram Verão Passado, Segunda Intenções, mas principalmente como a Daphne da versão live action de Scooby-Doo), a nova caçadora, aos 16 anos ela é tirada de sua realidade de patricinha do colégio para enfrentar os piores pesadelos de qualquer um. Mas ela é o que conhecemos como “rebelde”, ela quer continuar sendo toda menininha e ter uma vida normal, o que é bem difícil paras as escolhidas, fazendo seu Sentinela, Giles (Anthony Head), tem muita dor de cabeça para fazer com que ela siga seus planos. Normalmente, uma caçadora trabalha sozinha, mas até nisso Buffy é diferente, pois durante suas 7 temporadas tem a ajuda de seus amigos Xander (Nicholas Brendon) e Willow (Alyson Hannigan, sim a Lily Aldrin de How I Met Your Mother e a Michelle Flaherty de American Pie). Além da ajuda do misterioso Angel (David Boreanaz, o agente especial Booth de Bones), e da louca e mimada Cordélia (Charisma Carpenter). Você também vai ver MUITAS pessoas que que hoje são muito famosas fazendo participações especiais ainda no início da carreira.

Mas, por quê assistir uma série dos anos 90? Além de toda a nostalgia, a série é extremamente atual, se você não levar em conta coisas como roupas, cabelos e músicas (muito jeans, couro e grunge, acredite em mim).  Por trás da luta, dos monstros e das mortes, a série faz muitas análises com as dificuldades da transição entre a vida adolescente e adulta, e de certa forma, até traz ideias legais para as pessoas nessa faixa etária, ou até mais velhas. Primeiro amor, responsabilidade, perdas e amizade são temas recorrentes.

Buffy é um clássico da cultura popular mostrando que mulheres são tão boas heroínas como homens, no caso de Buffy, ela é até melhor. Não espere efeitos especiais de Game Of Thrones, a época nem permitia isso, mas se prepare para uma teia de acontecimentos importantes, malucos, engraçados, dramáticos e cheios de vampiros virando pó (também tem certo romance, vilões que não dá para odiar situações que REALMENTE poderiam ocorrer com você).

Vendo de certo modo, Buffy é uma precursorra feminina da fórmula usada em Supernatural, mas só a fórmula, pois são estórias BEM diferentes.

As 7 temporadas completas estão disponíveis no Netflix, a oitava temporada não foi feita em formato de série, mas sim em HQ, é fácil achá-lo na internet. Existem também um Spin-Off chamado Angel, mas caso vá assisti-lo também,  esse não se encontra no Netflix, uma dica é assistir no mínimo até a 3ª temporada de Buffy para que Angel faça sentido.

Espero que gostem da dica, depois comentem ai o que acharam da série.

 

P.S.: Existe o filme, que é anterior a série, o filme é mais comédia pastelão que a série, e já passou muito na Sessão da Tarde. O próprio autor da série, Joss Whedon, que também é autor do filme, mas o próprio diz que deturparam demais sua ideia de uma mulher poderosa e transformaram em uma piada, por esse motivo ele criou a série. Mas de qualquer forma, é uma boa forma de saber como Buffy se tornou uma caçadora, a série em si segue a linha cronológica, ou seja, ocorre após os acontecimentos do filme, mas não é necessário ver o filme para entender a série.

Se gostou, compartilhe...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Email to someone
email
share on Tumblr
Tumblr

Comentários

Comentários

About Gui Araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge