Série | Guia para iniciantes do mundo Sci-Fi

Não há dúvida que Star Wars ganhou mais um multidão de fãs em 2015, e se você é uma dessas pessoas que se apaixonou pela saga e quer conhecer mais sobre outras histórias do universo Sci-Fi este post é pra você. Bora conferir? Geronimoooooooooooooooooooo!

 

Séries

giphy

Firefly – A injustiçada da lista de séries, criada pelo escritor/diretor Joss Whedon (criado de Buffy, Angel, e roteiro de Os Vingadores e muito mais). Joss possuí uma bagagem imensa e não é por menos que toda sua obra é consagrada, inclusive Firefly, uma história que se passa no ano de 2517, após a chegada dos humanos em um novo sistema solar, seguindo as aventuras da tripulação renegada da Serenity, com sua nave espacial classe Firefly. Mesclando western (faroeste) e ficção, a história tem a ideia de mostrar o convívio das 9 pessoas dentro da nave, com ar de futuro pós-apocalíptico, misturando o velho/passado; prostituas de luxo, luta de espada, escravidão e o novo/futuro; as naves espacias e a tecnologia. A ideia era muito ousada para a época e a Fox acabou por enterrar uma história incrível que até hoje ganha mais e mais fãs e petições para se trazer de volta a série.

david-tennant-tardis

Doctor Who – Desde 2013 pode-se dizer que deu o início do auge de Doctor Who, uma série que até certo momento possuía um grupo de fãs relativamente pequeno no Brasil e que aumentou drasticamente desde a comemoração de seus 50 anos. Isso mesmo, a série já possuí mais de 50 anos de vida. Sendo constituída de sua versão clássica de 1963, que foi finalizada e depois a trouxeram a vida com um filme e apenas em 2005 ela acabou voltando para a televisão com a versão nova. Doctor é um alienígena, viajante do tempo através de sua TARDIS (Time and Relative Dimension in Space) e companions que vão atrás de aventuras e acabam sempre por ajudar por onde passam. A série clássica na sua época era muito famosa para o Reino Unido, local de origem, e quando o primeiro ator que interpretou o Doctor, William Hartnell, começou a ter problemas de saúde, em 1966, os produtores da série pensaram em uma forma de continuar o programa: o Doutor poderia se regenerar antes de morrer e mudar de rosto. Eis que surge então um clássico sci-fi com uma história que não possuí um fim, apenas um Doctor e seus companheiros viajando pelo tempo, espaço, conhecendo todo tipo de alienígena e pessoas importantes que construíram a história como William Shakespeare ou até mesmo Van Gogh.

giphy (1)

Stargate – Essa série na realidade se origina de um filme de 1994. Sua história conta sobre um aparato alienígina, o stargate, que consegue criar um wormhole através de material condutor para ligar dois pontos do espaço. A série só veio a aparecer em 1997 intitulada Stargate SG-1 que durou 10 temporadas e já perto de acabar a série surgiu a Stargate Atlantis que durou 5º temporada e que infelizmente foi finalizada sem um fim decente e em 2009 veio a Stargate Universe que também foi cancelada tendo apenas 2º temporadas. É uma série enorme e até meio complicada de entender a ordem cronológica para assistir, mas que vale a pena, sendo a maior série de duração sci-fi. Abaixo segue a ordem para assistir, que retirei do série maníacos:

1º) Stargate o filme (1994 – com o Kurt Russell)
2º) Stargate SG-1 – piloto da série “Children of the Gods” (1997) até o episódio “New Order, parte 2” (2ª episódio da 8ª temporada).
3º) Piloto de Stargate Atlantis (Rising, partes 1 e 2 – Os dois primeiros episódios da primeira temporada).
4º) Comece a intercalar Stargate SG-1 e Stargate Atlantis, assistindo o 8×03 de SG-1 (“Lockdown”) e depois assistindo o 1×03 de Stargate Atlantis (“Hide and Seek”) e seguindo assim (SG-1 8×04, SGA 1×04, SG-1 8×05, SGA 1×05 até o último episódio de Stargate SG-1 (“Unending” 10×20) e o final da 3º Temporada de Stargate Atlantis.
5º) Assista ao filme “Stargate SG-1: The ark of truth – A Arca da Verdade”
6º) Assista toda a 4ª temporada de Stargate Atlantis.
7º) Assista ao filme “Stargate SG-1: Continuum – A linha do tempo”
8º) Assista toda a 5ª temporada de Stargate Atlantis.
9º) Assistia as duas temporadas de Stargate Universe.

tumblr_n1c8ijUJ1X1t7rrroo1_500

Fringe – Criada no ano de 2008, com 5 temporadas e do mesmo criador de Lost, a história mistura realidade e ficção, algo como Arquivo X e Lost se fundissem. Fringe é uma divisão do FBI onde investiga possíveis acontecimentos “estranhos” daquela realidade, onde vemos universos paralelos, viagens no tempo e teorias. Além de todos os acontecimentos que acabam levando para uma trama maior, ainda podemos ver um trio de personagens incríveis, Walter Bishop o gênio, mas também problemático, tendo vivido 17 anos num hospital psiquiátrico, seu filho Peter Bishop que é perseguido por coisas feitas no passado e Olivia Dunham, a agente do FBI. Cada episódio é uma investigação, mas que parte para algo maior. É praticamente impossível falar de Fringe sem contar o que há por trás da história, por isso fico apenas na beira de explicar sobre essa série, com ar de mistério, personagens instigantes, uma história tão bem construída do começo ao fim.

tumblr_mx7tsnZvfN1qzuajeo1_500

Battlestar Galactica – Eu começo a falar dessa série com um pedido: Assista ela por favor, nunca te pedi nada.  Até hoje conheci apenas uma pessoa que assistiu a BSG e me pergunto por quê as pessoas não dão chance a ela. Ali em cima falei de Firefly misturar Western com Ficção, imagina então uma série misturar ficção com mitologia, isso mesmo. A série possuí sua versão clássica de 1978, época em que já havia saído Star Wars IV. Seu remake veio no ano de 2004 e conta a história sobre a humanidade ter criado uma raça de máquinas inteligentes, intituladas de Cylons e que em algum momento elas adquiriram consciência suficiente para se rebelar contra os humanos, gerando uma guerra, até que tudo terminou em armísticio. 50 anos depois porém, eles retornaram derrotando a humanidade e seus 12 planetas, mas eis que uma nave espacial, a Battlestar Galactica sai livre da situação, pois era uma nave com sistema tão antigo que os Cylons não foram capazes de pegar. Surge então um grupo de pessoas tentando sobreviver, a procura de um novo planeta, enquanto fogem e tentam acabar com os Cylons. Voltando para a questão da mitologia, ela se encontra na religião, os humanos acreditam em Deuses, enquanto os cylons apenas em um único Deus onipresente, os 12 planetas (12 colônias de Kobol) destruídos derivam das constelações do Zodíaco como Caprica, Gemenon, etc. Ainda na mitologia a série vai se basear toda em um mistério em volta dos Deuses e os Cylons. Vale ressaltar que o produtor de Battlestar Galactica é o mesmo da atual série Outlander que é baseada nos livros de mesmo nome. Assim como Stargate, sua cronologia é cheia de artifícios e logo abaixo segue a lista de como assistir:

1º) Minissérie: Conta o resurgimento dos Cylons
2º) 1º Temporada (13 eps)
3º) 2° Temporada (20 eps)
4º) Webisodes Resistência (10 eps)
5º) 3º Temporada (20 eps)
6º) Webisodes Razor Flashbacks
7º) Filme Navalha
8º) 4º Temporada (Eps 1 à 12)
9º) Webisodes Face of the Enemy (10 eps)
10º) 4º Temporada (Eps 13 à 18)
11º) Especial The Last Fraken – Bastidores
12º) 4º temporada (Eps 19 e 20)
13º) Filme O Plano
14º) Especial Revealed (A série revelada)
15º) Especial The Phenomenon (O fenômeno)
16º) Especial The Top 10 Things You Need To Know (Top 10 coisas que você precisa saber)
17º) Spin-off Caprica (18 eps)
18º) Filme Blood and Chrome

concerned-spock-o

Star Trek – Tem muito fã por aí que tenta criar rixa entre Star Wars e Star Trek, mas é algo que para mim beira o idiotismo, como fã do mundo sci-fi os dois são extremamente diferentes, com plataformas diferentes (Star Wars é filme, Star Trek é série originalmente) e com uma coisa em comum: o sci-fi. Agora falando realmente da série, originada no ano de 1966, Star Trek se passa no ano de 2264 – 201 anos depois que o homem viajou mais rápido que a velocidade da luz e 113 anos depois da primeira viagem da Enterprise NX-01. No decorrer dos primeiros três anos, o Capitão James T. Kirk e a tripulação da USS Enterprise NCC-1701 encontrarão enganadores e vigaristas, assassinos, psicopatas e seres poderosos o suficiente para controlar a mente de comunidades inteiras. Uma série que possuía baixo orçamento que refletia em cenários, figurinos e maquiagens de segunda, a série ganhou fãs pela sintonia dos três personagens principaiso, ousado e carismático Capitão Kirk, o conflituoso Doutor McCoy e o imperturbável Senhor Spock, além de um ótimo roteiro criado por David Gerrold, Harlan Ellison e Dorothy Fontana. A série acabou depois por originar uma série de filmes e séries que é bom ter uma vida longa e próspera mesmo para conseguir assistir tudo.

  • 1º) Star Trek A Série Clássica (1966 – 1969) – 3 temporadas – 79 episódios

A série clássica foi cancelada, ela fez sucesso de fato quando foi reprisada na década de 70, e com isso acabou saindo uma série animada e alguns filmes.

  • 2º) Star Trek: The Animated Series (1973–1975) – 2 temporadas – 22 episódios
  • 3º) 1979 Star Trek: The Motion Picture – Jornada nas Estrelas: O Filme
  • 4º) 1982 Star Trek II: The Wrath of Khan – Jornada nas Estrelas II: A Ira de Khan
  • 5º) 1984 Star Trek III: The Search for Spock – Jornada nas Estrelas III: À Procura de Spock
  • 6º) 1986 Star Trek IV: The Voyage Home – Jornada nas Estrelas IV: A Volta para a Terra
  • 7º) 1989 Star Trek V: The Final Frontier – Jornada nas Estrelas V: A Última Fronteira
  • 8º) 1991 Star Trek VI: The Undiscovered Country – Jornada nas Estrelas VI: A Terra Desconhecida
  • 9º) Star Trek – A Nova geração (1987-1994) – 7 temporadas e 178 episódios
  • A partir do elenco da Nova Geração sairam mais 4 filmes:
  • 10º) 1994 Star Trek: Generations – Jornada nas Estrelas: A Nova Geração
  • 11º) 1996 Star Trek: First Contact – Jornada nas Estrelas: Primeiro Contato
  • 12º) 1998 Star Trek: Insurrection – Jornada nas Estrelas: Insurreição
  • 13º) 2002 Star Trek: Nemesis – Jornada nas Estrelas: Nêmesis

Paralelo ao Nova Geração teve a série:

  • 14º) Star Trek: Deep Space Nine (1993-1999) – 7 temporadas e 173 episódios
  • 15º) Star Trek: Voyager (1995-2001) –  7 temporadas e 172 episodios
  • 16º) Star Trek: Enterprise (2001-2005) – 4 temporadas e 98 episodios
  • 17º) 2009 Star Trek
  • 18º) 2013 Star Trek Into Darkness

Imagens: Giphy

Se gostou, compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail to someoneGoogle+share on Tumblr

Comentários

Comentários

About Ems Monteiro

Na casa dos 20 anos, sou amante dessa cidade cinza que não dorme e nos surpreende em cada esquina, estação, museu... Fazendo faculdade de Arquitetura e Urbanismo e tentando sempre colocar minhas séries em dia, uma tarefa quase impossível.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CommentLuv badge